quarta-feira, 27 de junho de 2012

Estudando uma nova língua


Realmente, faz muito tempo que eu não faço um post decente por aqui. Como muita gente me pediu eu darei algumas dicas e falar como eu fiz pra aprender, e tornar isso uma atividade de lazer ao invés de uma obrigação.
Bora ver?

A primeira coisa que é necessário ter em mente é que você nunca irá aprender uma língua se tiver preguiça ou má vontade. Estamos falando de outro idioma, não de História ou Matemática.
O que você gosta de fazer? Cantar/ouvir música? Ler? Assistir filmes/séries? Todos? Melhor ainda!

Quando eu comecei a descobrir o meu interesse por música eu acabei descobrindo que as internacionais são as que mais agrandam os meus ouvidos. Na época eu só estudava inglês na escola, e eu não entendia o significado das músicas. Comecei a pesquisar, via a tradução da letra e também a original. Não existe meio melhor para se melhorar a pronúncia do que cantando! Escute a música 132468476315468 de vezes até você saber exatamente como se pronuncia cada palavra, e se você ouvir essa tal música daqui a 20 anos, você ainda vai lembrar da letra (se não, não vale!).

Eu sei que tentar ler um livro em outra língua pode ser difícil no começo, mas não é a única coisa. Procure um site, um blog, uma revista, qualquer coisa que trate de um assunto que você gosta e é redigido na língua que você está estudando. Antes de passar para os livros, eu costumava ler quadrinhos em inglês. Sim quadrinhos. Principalmente 'A turma da Mônica' (tem em qualquer banca que você for) e Snoopy. A leitura, fora do material da escola, é um meio de expandir o  seu vocabulário enquanto você se diverte.


Eu sou uma cinéfila de carteirinha, passaria o dia inteiro assistindo filmes se eu pudesse. E eu também amo assistir séries. Agora, vá à sua prateleira/locadora e pegue o seu filme favorito. Se você quiser assista dublado SÓ UMA VEZ, assista umas duas com legenda em português, depois assista mais algumas vezes com a legenda em inglês, e enfim assista o filme sem nada! Se o seu nível já for mais avançado pode pular algumas etapas. O seu 'listening' vai melhorar muito, pois exige que você entenda o que esta sendo falado na velocidade 'normal', e não na velocidade 'é-meu-primeiro-dia-de-aula'.

Uma alternativa para os filmes/séries são vídeos no YouTube. Eu sempre me inscrevi em canais de garotas americanas que falam sobre 'coisas de meninas' (haha) e eu aprendi muito com elas.

Dê seu toque pessoal e torne isso uma coisa gostosa de fazer. Depois que eu comecei a 'estudar' desse jeito, o inglês passou a ser uma coisa totalmente diferente pra mim, e toda vez que eu penso que eu estou indo pra aula, eu fico feliz. 

Photos by WeHeartIt

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Amanhã é o último dia que eu terei de ir pra escola, pra fazer a última prova. Estou louca pra ficar de férias!
Pessoal você gostariam se eu fizesse (nem que só por experiência) uma resenha de livro em vídeo, ou vocês preferem em post mesmo?
Bj

terça-feira, 12 de junho de 2012

Is so hard to say goodbye


 No fim de um dia difícil, aqui estou eu. Com as mãos sobre o teclado, esperando as palavras surgirem em minha mente, enquanto a única coisa que insiste em aparecer é uma nova lágrima.
 É difícil traduzir o que estou sentido em palavras. Não sei se pela overdose de emoção, ou pelo fato de que eu não sou a melhor com palavras. Queria poder fazer um texto bonito e cativar quem está lendo, mas a única coisa que eu realmente me importo de realizar de fato, é desabafar.

 É engraçado como o provérbio "só damos valor á algo quando perdemos" pode ser facilmente aplicado em nossas vidas. Felizmente nem tudo é assim, a perda de algo pode nos mostrar o quão importante e significativa a tal coisa era em nossas vidas.

  Ter alguém ao lado todas as manhãs, só para não tomar o café da manhã sozinha, ter uma plateia enquanto  canto ou danço feito louca na frente do espelho, ou somente alguém para avisar se uma pessoa está entrando em casa; não é qualquer um que faria isso, mas existe alguém que fez. Alguém que muitos não dariam grande importância, e alguém que alguns pensam que eu não dava tanta atenção, mas alguém que se importava comigo.

  Como é possível um ser tão pequeno deixar um vazio tão grande? A casa quieta, ninguém pra me avisar quem chegou, os brinquedos sem um dono,  os corredores vazios, é assim que esse lar será daqui por diante.

 A única coisa que eu gostaria era de ter sido capaz de dá-la um último abraço, e não ter  a deixado sozinha em suas últimas horas. Imagino o quão assustada ela estava enquanto via somente rostos estranhos a sua volta, com coisas estranhas nas mão e falando coisas estranhas, e tudo o que precisava, era ouvir uma voz familiar.

 Hoje é só a primeiro dia em que irei dormir pensando nela, e só o primeiro dos muitos em que irei sentir sua falta.
 É assim que hoje, 11/06/12, digo um doloroso adeus á uma querida amiga.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

More about me



Gente, como vocês puderam perceber eu não sou a melhor no inglês, e tenho que admitir que eu fiquei super nervosa de falar em inglês na frente da câmera.
Espero ter divertido vocês pelo menos.
E deixem mais sugestões de vídeos!